Jantar no escuro, o que é?

O jantar no escuro é um evento que explora a integração entre arte, entretenimento e gastronomia.

Para os amantes do universo gastronômico, essa combinação não é novidade, no entanto, o jantar no escuro é uma experiência diferenciada, capaz de elevar o nível de prazer e diversão que podem estar associados a uma refeição.

Apreciar um jantar no escuro é uma forma de descobrir novas experiências e sabores. Este post conta um pouco mais sobre essa nova proposta na gastronomia. Vem ver:

Olhos fechados e mente aberta
A proposta do jantar no escuro é oferecer uma experiência sensorial completa. Aguçar não só o paladar, mas todos os sentidos dos participantes: olfato, tato e audição também. Propor uma percepção espacial diferente e estimular o entrosamento entre pessoas completamente desconhecidas, literalmente, às escuras.

Degustação autêntica
O primeiro contato que temos com a refeição costuma ser visual, desencadeando uma série de eventos fisiológicos no organismo. A apresentação dos pratos, com suas cores, disposição e quantidade de cada alimento pode interferir no mais fino dos nossos sentidos: o paladar.

A partir da visão, nós pré- julgamos o sabor dos alimentos, considerando sua aparência e nos “preparamos” para o que vamos comer. Essa dinâmica prejudica uma degustação autêntica, livre de preconceitos. O jantar no escuro é uma oportunidade para descobrir o sabor da comida como ela é, sem limitações.

Sentidos apurados
A degustação é um sistema sensorial complexo, que envolve o sabor, o cheiro, o visual, a textura e a temperatura da comida.

A visão, assim como o tato, está intimamente ligada à percepção e orientação espacial. Sem a visão, a compensação sensorial proporciona uma intensidade interessante e desconhecida aos outros sentidos. Os aromas tornam-se mais marcantes e os sons mais nítidos, por exemplo.

Como funciona o jantar no escuro?
Com os olhos vendados, os convidados desfrutam de um jantar completo, compartilhando a mesa com um pequeno grupo de pessoas.

O simples fato de caminhar e sentar-se a mesa, sem enxergar nada, já dá o tom de curiosidade da noite. Nessa condição, inevitavelmente, as pessoas experimentam um estado mais alerta, de atenção plena ao que está acontecendo a sua volta e consigo mesmas. Isso já torna o jantar no escuro uma experiência única.

O ato de tatear a mesa para identificar e localizar itens como pratos, copos, talheres e guardanapos coloca o tato e a orientação espacial à prova. Encontrar o alimento no prato, sem saber do que se trata ou em qual temperatura está, cortar e levar a boca, são gestos simples que ganham ar de desafio e conquista. O primeiro gole na bebida desconhecida é uma explosão de sabor.

A descontração demora um pouco a chegar, mas vem. Os sorrisos ficam mais soltos, os corpos mais relaxados na cadeira. As conversas sem rosto surgem. E assim, a noite segue até a finalização da sobremesa, quando as vendas são retiradas e as pessoas podem se ver pela primeira vez.

O jantar no escuro é uma opção de lazer para aproveitar bem o tempo com os amigos e com a família, proporcionando aos convidados momentos inesquecíveis e boas histórias para contar.

Fonte: ao redor da mesa

 

 
 
Avenida Mauá, 2924 - Telefone: 3227.7605 - Maringá - Paraná
© 2000-2018 sabortrivial.com.br. Todos os direitos reservados