Farinha de bambu: mais fibras e menos carboidratos

Rico em fibras, o ingrediente é a nova aposta para tornar os alimentos mais saudáveis sem prejudicar o sabor. Veja seus possíveis benefícios

Já notou como produtos integrais normalmente são mais escuros ou amargos? Ainda que a presença de fibras seja um ponto forte – as substâncias dão saciedade e evitam picos de açúcar no sangue –, as características sensoriais podem afastar consumidores. Mas pesquisadores da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista, têm a solução para o dilema: apostar na farinha vinda do bambu.

“Ela é fonte de fibras, tem sabor neutro e mantém as massas claras, favorecendo a aceitação”, resume a farmacêutica Maria Teresa Pedrosa Clerici, que coordenou estudos com o ingrediente. Com o bambu, por exemplo, chegou-se a uma receita de cookie com 50% menos gorduras e açúcar – aprovadíssima em testes sensoriais. “Até ganhamos prêmio com ela”, conta.

Outro preparo de sucesso foi o macarrão fettuccine. A expectativa é que, diante de tantas virtudes, empresas alimentícias invistam no processamento e uso do bambu.

Farinha de bambu traz mais fibras e menos carboidratos

Carboidratos

Farinha de bambu – 24 g

Farinha de milho – 79 g

Farinha de trigo – 75 g

Fibras

Farinha de bambu – 50 g

Farinha de milho – 5,5 g

Farinha de trigo – 2,3 g

O planeta também agradece
A plantação de bambu ocupa pouco espaço, já que é vertical. E seu crescimento se dá rapidamente. Nessa fase, ele retém quatro vezes mais gás carbônico do que uma árvore que se desenvolve de forma lenta. “Significa que faz uma boa limpeza do ar”, traduz Maria Teresa.

Para completar, não há pragas para bambus – logo, agrotóxicos ficam de fora da plantação.

Fonte: Abril Saúde

 

 
Avenida Mauá, 2924 - Telefone: 3227.7605 - Maringá - Paraná
© 2000-2018 sabortrivial.com.br. Todos os direitos reservados